VirControl C.i não deixa "nada a desejar em comparação com o controle convencional"

O controle da falsa medideira (Chrysodeixis includens) ganhou uma importante solução com o lançamento do inseticida microbiológico VirControl C.i. Desenvolvido a partir de uma parceira da Simbiose Agrotecnologia Biológica e a Embrapa (Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - Unidade Milho e Sorgo), trata-se do primeiro baculovírus selecionado no Brasil para esse alvo e que possui, como diferencial, uma formulação que não necessita de refrigeração.

O pesquisador da Embrapa Milho e Sorgo Fernando Valicente foi o responsável pela pesquisa que isolou do ambiente o baculovírus Chrysodeixis includens multiple nucleopolyhedrovirus, (ChinMNPV). “Foi o que melhor representou em termos de mortalidade, porque você pode ter em um isolado de vírus, uma mortalidade acumulada de 100%, mas tem isolado que demora mais para matar. Esse foi o mais eficiente, impressionante a atuação dele”, afirma o especialista, considerado uma das maiores autoridades mundiais no tema.

Ele conta que a Simbiose entrou em contato com a Embrapa em busca de um baculovírus para falsa-medideira – uma das principais pragas que ataca as mais diferentes espécies de plantas cultivadas na agricultura brasileira, sendo uma desfolhadora voraz. “Após vários testes realizados, o melhor isolado do ChinMNPV foi repassado para a Simbiose sob contrato pela Embrapa, e eles conseguiram agora o registro do produto, que será revolucionário”, salienta.

O VirControl C.i também se destaca por não deixar nada a desejar em comparação com o controle convencional das lagartas. “Em todos os testes realizados, o VirControl C.i obteve performance igual ou superior aos produtos convencionalmente utilizados para o controle da praga. Ao ingerir o produto, a lagarta diminui a alimentação, perde atividade e morre dias depois”, aponta Valicente.

De acordo com o pesquisador, o biopesticida apresenta um resultado visual muito bom, sendo possível visualizar várias lagartas penduradas na parte inferior das folhas, comprovando em pouco tempo o resultado. “É um produto no qual eu confio muito, e possui uma estratégia de produção de escala”, atesta ele, que é membro do Comitê Diretor da Ação Global para o Controle da Lagarta do Cartucho da FAO (Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura).

A respeito da formulação, o especialista destaca o diferencial de não precisar de refrigeração, pois trata-se de um pó molhável (WP) que “dura muito tempo”. “Em um lugar fechado, como galpões mais escuros com boa ventilação, o VirControl C.i dura tranquilamente um ano, não precisando de logística para a refrigeração, o que o torna muito mais barato”, destaca.

Os produtos que vêm do exterior necessitam de refrigeração e possuem validade de poucos meses quando colocados em temperatura ambiente. Já o VirControl C.i, possui validade inicial de 12 meses quando armazenado sob condições de 30°C. Ou seja, normais para o armazenamento de defensivos agrícolas, fazendo com que o produtor não necessite mudar sua rotina em função da tecnologia.

Outro ponto de destaque do bioinseticida da Simbiose é o fato dele ter sido desenvolvido no Brasil, especificamente para a agricultura tropical brasileira. “Tem todo um processo específico para essa seleção. Quando o isolado ChinMNPV matou 100%, foi mandado para a Simbiose e se tornou o primeiro produto biológico do Brasil contra a falsa-medideira”, conclui ele.

Marcelo de Godoy, Diretor-Geral da Simbiose, destaca que o VirControl C.i é uma tecnologia “inovadora para o combate a uma praga que ataca as mais diferentes culturas no país”. “O VirControl C.i é um produto limpo, que não causa efeitos nocivos a organismos não alvos, bem como ao produtor rural. Temos certeza de que estamos trazendo uma tecnologia eficiente e com benefícios diferenciados, dando uma nova ferramenta de manejo para o combate à praga”.

Ele revela que a tecnologia VirControl C.i já estará disponível partir da safra 20/21 em todo o território nacional: “Sem dúvida alguma o controle biológico é uma ferramenta que irá agregar no combate à praga. Além disso, entra como uma ferramenta de manejo integrado que irá auxiliar na manutenção da efetividade das moléculas existentes”.

SIMBIOSE

Marcelo de Godoy destaca que o lançamento do VirControl C.i vai provocar um aumento nos investimentos da Simbiose e, com isso, maior geração de empregos que irão ajudar a impulsionar a economia do país. O Diretor-Geral da empresa, no entanto, assegura que a evolução não vai parar por aí. “O Grupo Simbiose, juntamente com a Embrapa, já lançou três tecnologias no mercado Brasileiro e Paraguaio. Além disso, estamos na expectativa de lançarmos mais produtos nessa parceria para os próximos anos”, afirma.

Ele revela que o Grupo Simbiose prepara ainda novos investimentos na área de inovação como, por exemplo, um Complexo de Pesquisa e Desenvolvimento. “Será, sem dúvida alguma, um dos mais modernos do Brasil. Além disso, nos encontramos em plena expansão comercial, industrial, bem como, no desenvolvimento de novas tecnologias para o produtor rural. Atualmente, buscamos novos mercados fora do Brasil, principalmente na América do Sul, América do Norte e Europa”, conclui.

Por:  - Leonardo Gottems